Categorias
História do Brasil

A PROVA DE UM AMOR MATERNO (Imperatriz Amélia do Brasil e sua filha única)

Essa história que iremos contar, ocorreu no ano de 1852 e envolve a Imperatriz Dona Amélia de Leuchtenberg e sua filha única, a Princesa Amélia de Bragança.

Antes de tudo precisamos explicar o contexto. A Princesa Maria Amélia era filha da antiga Imperatriz Amélia do Brasil e do falecido Imperador Dom Pedro I, que partiu deste mundo deixando sua esposa viúva aos 22 anos de idade e sua filha órfã de pai aos 3 anos de idade.

A Imperatriz decidiu nunca mais se casar em respeito a filha e em memória de seu falecido marido, para Dona Amélia, seria uma grande falta de respeito se ela colocasse outro homem para conviver no mesmo ambiente que sua filha. Então ela passou a vida inteira se dedicando a criação e educação de sua filha unigênita.

Dona Amélia era a segunda esposa de Dom Pedro I, a primeira tinha sido a amada Imperatriz Maria Leopoldina de Habsburgo-Lorena, que ao partir deste mundo em 1826, deixou órfãos de mãe 5 crianças. A Princesa Maria da Glória, futura Rainha Maria II, a Princesa Januária, a Princesa Paula Mariana, a Princesa Francisca e o Príncipe Dom Pedro de Alcântara, futuro Imperador Dom Pedro II do Brasil.

Aos 20 anos de idade, a Princesa Flor começou a apresentar sintomas de tuberculose, logo a doença evoluiu e a bela princesa perdeu sua saúde. Ela emagreceu muito, possuía olheiras profundas e sua pele tornou-se pálida. Tinha angustiantes crises de tosses que no final eram acompanhadas por terríveis secreções de sangue. A situação era preocupante, mas a antiga Imperatriz Dona Amélia não perdia as esperanças e acreditava que sua filha única seria curada por um milagre.

No dia 2 de agosto de 1852, a Princesa Maria Amélia escreveu uma carta a sua irmã mais velha, a Rainha Maria II. Na carta a jovem contou uma comovente história que aconteceu em uma noite quando estava muito debilitada por conta da doença: “Vou contar-te uma prova de amor materno que não vais estranhar… para quem conhece bem mamãe, não é nada surpreendente… mas que te encherá do mais profundo respeito pela minha admirável mãe.”

Ouve: “[..] Outro dia, uma nuvem de mosquitos se introduziu no meu quarto de dormir, e, se bem que eu estivesse ao abrigo das picadas desses maus insetos pelo meu mosquiteiro, seu zumbido era tão insuportável que eu não podia dormir. Mamãe, que tinha colocado sua cama ao lado da minha, para melhor me atender, percebe imediatamente a causa da minha insônia. Levanta-se, e, sem ter tempo de vestir um roupão, nem de se calçar, tendo apenas jogado um xaile sobre os ombros, pega numa varinha e começa a afugentar os mosquitos. Eram 4 horas da manhã, e logo adormeci. As 7 horas, após um sono tranquilo, acordo e vejo… mamãe, no mesmo lugar, na mesma posição em que estava três horas antes… as pernas inchadas, o rosto ensanguentado pelas picadas desses terríveis insetos. Ficara imóvel, para proteger meu sono!”

“-Admira, admira ao máximo, este amor materno incomparável. Quanto a mim, estou muito emocionada para falar de meus sentimentos. Só posso guardá-los no meu coração, e procurar, se for possível, tornar-me digna desse magnânimo amor!”

A Princesa Maria Amélia de Bragança era uma filha muito carinhosa e disciplinada, ela foi a primeira mulher a se formar em astronomia e física pela Universidade de Munique. Dona Amélia de Leuchtenberg sentia muito orgulho de sua filha e se dedicava totalmente a ela.

6 meses após o ocorrido a Princesa Maria Amélia acabou não resistindo e falecendo aos 21 anos de idade no dia 4 de fevereiro de 1853, deixando sua mãe totalmente desolada.

FONTES E LIVROS:

UMA FILHA DE DOM PEDRO I DONA MARIA AMÉLIA. Obra organizada, traduzida e anotada por SYLVIA LACERDA MARTINS DE ALMEIDA. COMPANHIA EDITORA NACIONAL. Disponível em: https://docplayer.com.br/122853177-Uma-filha-de-il-pedro-i-dona-maria-amelia-lvia-lacerda-martins-de-almeida-brasiliana-volume-354.html

Obra Brasiliana Iconográfica – Por Friedrich Dürck. S. M. I. D. Amélie Impératrice Douarière du Brésil, Duchesse de Bragance, et S. A. I. Madame la Princesse Dona Marie Amélie. Disponível em: https://www.brasilianaiconografica.art.br/obras/19889/s-m-i-d-amelie-imperatrice-douariere-du-bresil-duchesse-de-bragance-et-s-a-i-madame-la-princesse-dona-marie-amelie

Por Apaixonados por História - Professora Sabrina Ribeiro

O Canal Apaixonados por História foi criado no dia 11 de janeiro de 2020 pela historiadora, pesquisadora e Professora Sabrina Ribeiro.

O principal objetivo do canal é transmitir a fascinante história do Brasil a todos que são apaixonados por história assim como eu.
Todos os vídeos do canal são produzidos e baseados em fontes e livros que são colocados na descrição dos vídeos.
Nosso objetivo é informar a todos sobre histórias que não aprendemos ou aprendemos muito pouco na escola e no Ensino Médio.
Não defendemos ideologias ou partidos políticos.O canal tem um posicionamento neutro sobre esses assuntos. Nosso foco é informar a História.
Sua opinião será sempre bem vinda, desde que com educação e respeito você a manifeste.

E se você também é um apaixonado por história, não se esqueça de curtir os vídeos e se inscrever no canal. Deixe a sua crítica ou sugestão de vídeos nos comentários. Valorize a história do Brasil e compartilhe os vídeos com seus amigos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s