Categorias
História do Brasil

JOSÉ BONIFÁCIO DE ANDRADA E SILVA – O PATRIARCA

Assim como todas as famílias nobres europeias e da elite brasileira, os Andradas arranjavam os casamentos dentro da própria família, pois assim evitavam a divisão de bens e mantinham o poder dentro da família. Era muito comum tios contraírem matrimônio com suas sobrinhas, ou primos se casarem entre si.

Categorias
História do Brasil

A VIAGEM DA FAMÍLIA IMPERIAL À BAHIA (1826)

O imperador estava a todo momento ocupado com assuntos relacionados a administração pública. Ele inspecionou instalações civis e militares em Salvador, depois mandou fazerem melhorias no que precisava. Fez uma verdadeira varredura, fiscalizando o trabalho de chefes e encarregados. Ele fez muitas caridades e condecorou quem era digno, além disso puniu os malfeitores que mereciam.

Categorias
História do Brasil

DOMITILA DE CASTRO (PARTE II) MARQUESA DE SANTOS

Já que Dona Leopoldina não fazia nada em relação a infidelidade de seu marido, o povo decidiu fazer por ela. Os muros da cidade passaram a amanhecer com caricaturas de Dom Pedro e Domitila, em um dos desenhos Domitila estava em uma carruagem puxada por um cavalo que tinha a face de Dom Pedro, no desenho a amante controlava o imperador com as rédeas.

Categorias
História do Brasil

DOMITILA DE CASTRO (PARTE I) MARQUESA DE SANTOS

Contam que o príncipe vinha cavalgando junto a sua comitiva, quando Domitila atravessou a estrada sendo carregada em uma cadeirinha de arruar por dois escravizados.

Categorias
História do Brasil

O CASAMENTO DE D. AMÉLIA E DOM PEDRO I

Foi oferecido um baile na qual todas as damas se vestiram de rosa, a cor preferida da Imperatriz. Os jornais relataram que todos os tecidos e fitas de cor rosa esgotaram na capital do império.

Categorias
História do Brasil

DOM PEDRO FOI REJEITADO POR PRINCESAS EUROPEIAS?

A Princesa de Sardenha que havia sido pedida em casamento por Dom Pedro I, ao ficar sabendo de tais notícias, se ajoelhou perante seu pai o Rei de Sardenha e aos prantos a moça implorou que não aceitassem o tratado de casamento. Seu pedido foi atendido e Dom Pedro levou mais uma negativa.

Categorias
História do Brasil

LEOPOLDINA: A IMPERATRIZ CIENTISTA

A austríaca que era apaixonada por geologia e botânica, ficou animada em conhecer o Brasil. A futura imperatriz do Brasil não trouxe consigo um navio abarrotado de roupas e modistas, mas sim sua coleção de minerais e uma expedição de cientistas.

Categorias
História do Brasil

PRÍNCIPE JOÃO CARLOS PEDRO LEOPOLDO BORROMEU DE BRAGANÇA

A pobre criança sofreu horrivelmente de um calor de 98º graus (36ºC), de modo que se pode atribuir a isto a prematura morte.

Categorias
História do Brasil

A CRIAÇÃO DE DOM PEDRO I (INFÂNCIA DE DOM PEDRO IV)

Os irmãos Dom Pedro e Dom Miguel amavam praticar atividades físicas e se aventurar pelas matas cariocas. Montados a cavalo faziam grandes perseguições. Também adoravam brincar de “Guerra” onde formavam dois exércitos junto aos filhos dos escravizados, armados a paus e pedras.

Categorias
História do Brasil

O FANTASMA DE DONA LEOPOLDINA — MUSEU NACIONAL

Cortinas se mexiam mesmo com as janelas fechadas, lustres balançavam sem qualquer ação do vento, passos soavam das escadas. A máquina de escrever emitia barulhos durante a madrugada. Todos esses acontecimentos teriam levado um antigo vigilante a pedir transferência de setor.